O primeiro-ministro da Itália, Matteo Renzi, disse nesta quarta-feira que ele compartilha da insistência do presidente russo, Vladimir Putin, de que é necessário formar “uma grande coalizão de países” para derrotar o Estado Islâmico.

Segundo Renzi, a ideia de uma grande coalizão é uma “proposta muito certa” e necessária para combater o Estado Islâmico, assim como a formada na Segunda Guerra Mundial para derrotar Hitler.

Em uma entrevista à TV Sky TG24, Renzi afirma que essa coalizão seria “muito positivo”. Fonte: Associated Press