O primeiro-ministro líbio, Ali Zeidan, foi libertado algumas horas depois de ser sequestrado de um hotel de Tripoli por ex-milicianos rebeldes, segundo o ministro de Relações Exteriores, Mohamed Abdelaziz.

“Ele foi liberado, mas não temos detalhes até o momento sobre as circunstâncias de sua libertação”, disse Mohamed Abdelaziz à AFP.

A captura de Zeidan durante a madrugada ocorreu cinco dias depois que operações dos EUA indignaram o governo da Líbia ao prender Abu Anas al-Libi, suspeito de ser um membro sênior da Al-Qaeda, nas ruas de Trípoli. Fonte: Dow Jones Newswires.