O presidente da Câmara dos Estados Unidos, Paul Ryan, disse que sua meta na reunião que terá nesta semana com o suposto candidato do Partido Republicano à Casa Branca, Donald Trump, é encontrar uma real unidade no partido, ao invés de fingi-la.

Ryan reconhece as tensões que dividem o Partido Republicano, mas afirma que os líderes do partido precisam trabalhar junto a Trump para resolvê-las.

“Nós não devemos apenas fingir que nosso partido está unificado quando sabemos que não está”, disse. “Não podemos fingir. Temos que unificar.” Fonte: Dow Jones Newswires.