O presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, ofendeu a União Europeia durante um pronunciamento
em Davao, no sul do país, na noite desta quarta-­feira (21). Ao responder às críticas do bloco europeu contra o seu programa de combate ao tráfico de drogas, o mandatário mandou a UE “se foder”.

“Li a condenação da União Europeia contra mim. Digo a eles “fuck you”. Só fazem isso para perdoar seus
pecados”, disse para a plateia da cidade que governou por 20 anos. O presidente chamou ainda os europeus de “hipócritas”, falando sobre as atrocidades cometidas no passado contra os povos colonizados.

Desde que assumiu, em maio deste ano, Duterte implantou uma política de “tolerância zero” contra as drogas no país, permitindo a morte de pessoas suspeitas de ter algum tipo de relação com as substâncias proibidas ­ sejam usuários ou chefes de tráfico.

No início de setembro, o presidente filipino havia chamado seu homólogo norte­-americano Barack Obama de”filho da puta”, justamente, pelo mesmo problema.

Poucos dias depois, o filipino chamou o secretário­-geral das Nações Unidas, Ban Ki­moon, de “imbecil” por
também criticar sua política contra as drogas. Quem também foi chamado de “filho da puta” por Duterte foi o papa Francisco por, durante sua visita às Filipinas, ter “complicado o trânsito”.