Adama Barrow, foi empossado como presidente da Gâmbia na embaixada do país no Senegal, nesta quinta-feira, mas a primeira transição de poder democrática da história do país pode ficar violenta, uma vez que tropas de outros países africanos invadiram o território gambiano para derrubar o líder de longa data, Yahya Jammeh.

Vários países da Comunidade Econômica dos Estados da África Ocidental (ECOWAS, na sigla em inglês) deslocaram tropas na fronteira do país com o Senegal, na noite desta quarta-feira, horas antes do mandato de Jammeh expirar. Mas Jammeh, que governou a pequena colônia britânica por mais de 22 anos, desafiou os resultados de dezembro e se recusou a deixar o poder.

“A ECOWAS decidiu de forma unânime usar suas forças na gâmbia com a participação do exército nigeriano”, disse o exército da Nigéria. “O objetivo é implementar a decisão dos líderes do grupo na defesa do resultado da eleição presidencial”, completou. Fonte: Dow Jones Newswires.