O presidente da Grécia, Karolos Papoulias, pediu hoje ao governo do Iraque que não aplique a sentença de morte contra Tareq Aziz, o ex-vice-primeiro-ministro e ex-chanceler do Iraque durante a era Saddam Hussein. Aziz foi condenado ontem à morte na forca por um tribunal iraquiano.

Papoulias pediu ao presidente do Iraque, Jalal Talabani, que intervenha e “demonstre a diferença entre o Iraque democrático de hoje e o Iraque do passado”. Aziz, um cristão de 74 anos que virou a face internacional do regime de Saddam, pode apelar da sentença. Saddam foi enforcado em 2006.