O procurador-geral dos Estados Unidos, Jeff Sessions, ordenou hoje uma revisão sobre a forma em que o governo do ex-presidente Barack Obama lidou com um programa para combater o tráfico de drogas do grupo militante Hezbollah, aliado do Irã.

Sessions não disse o que levou a revisão e também não acusou o governo anterior de qualquer malfeito. Mas o anúncio vem na sequência de uma reportagem do site americano Politico que levantou questões sobre se autoridades do governo Obama impediram o trabalho de investigadores sobre o programa antidrogas por temerem prejudicar o acordo nuclear firmado entre Irã e potências ocidentais em 2015.

O Político afirmou que o programa conhecido como Projeto Cassandra mirava o tráfico de drogas do Hezbollah nos Estados Unidos e em outros países, mas foi bloqueado por autoridades do governo Obama.

Sessions disse que a revisão vai avaliar “alegações sobre certos assuntos que não foram devidamente verificadas”.

“Operações formuladas para investigar e perseguir organizações terroristas que estão alimentando a crise de drogas têm de ser primordiais nesse governo”, disse Sessions em um comunicado. Fonte: Associated Press.