Centenas de manifestantes marcharam no domingo (9) até uma igreja para protestar contra a proibição do casamento gay na Califórnia. A decisão sobre o tema ocorreu na terça-feira, em referendo realizado junto com as eleições presidenciais dos Estados Unidos. Perto de 300 defensores dos direitos dos homossexuais marcharam até a Igreja Saddleback, em Lake Forest, para protestar pelo apoio desse templo à Proposta 8. A emenda foi aprovada, anulando decisão da Suprema Corte estadual de maio.

As pessoas rechaçavam as mentiras veiculadas durante a campanha, como por exemplo que o tema da união homossexual seria tratado com crianças do jardim-de-infância nas escolas. A igreja não quis comentar a manifestação.

O governador da Califórnia, o republicano Arnold Schwarzenegger, lamentou o fim do direito para os homossexuais. “É lamentável”, apontou. O ex-ator comparou o problema à proibição de casamentos entre brancos e negros que vigorava no país até 1948.