O escritório do presidente da França, Emmanuel Macron, anunciou uma dúzia de projetos internacionais que irão injetar centenas de milhões de dólares em esforços para reduzir as mudanças climáticas. Os planos foram apresentados em uma cúpula do clima em Paris, onde Macron se mostrou contrário à rejeição do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ao Acordo de Paris de 2015.

Os projetos incluem um programa para oito Estados dos EUA para desenvolver veículos elétricos, um fundo de investimento para o Caribe e financiamento da fundação de Bill Gates para ajudar os agricultores a se adaptarem às mudanças climáticas. Os projetos também visam acelerar o fim do motor de combustão como parte dos objetivos do Acordo de Paris para reduzir as emissões que contribuem para o aquecimento global.

Macron também convidou líderes mundiais a cumprir os compromissos na batalha contra o aquecimento global. Em seu discurso de abertura da cúpula, o presidente francês disse que “estamos nos divertindo aqui, mas estamos perdendo a batalha”. Ele mencionou as “notícias ruins deste ano”, como a da retirada dos EUA do Acordo de Paris por decisão de Trump.

Macron comentou que o acordo é frágil e que os países não estão se movendo “rápido o suficiente”. Para ele, é hora de agir e de se mover mais rápido para ganhar a batalha contra as mudanças climáticas. O presidente francês também pediu aos líderes mundiais, empresariais e filantropos que participam da cúpula de Paris para detalharem seus compromissos e cumpri-los. Fonte: Associated Press.