Três pessoas foram mortas na Albânia durante violentos protestos contra o governo, informaram hoje funcionários de um hospital público. Os protestos ocorreram perto do escritório do primeiro-ministro albanês.

Os confrontos, ainda em andamento, envolvem a polícia antidistúrbio e centenas de manifestantes partidários da oposição. As autoridades disseram ainda que há 22 civis e 17 policiais e membros da guarda nacional feridos.

Mais de 20 mil pessoas participaram de um protesto hoje, organizado pelo Partido Socialista. Os oposicionistas exigem que o governo do primeiro-ministro conservador Sali Berisha convoque eleições antecipadas, por causa de um escândalo de suposta corrupção no país. As informações são da Associated Press.