Um jovem de 21 anos e uma criança de 9 morreram no último domingo (6) em Mahalla al-Kubra, norte do Egito, durante combates entre a polícia e manifestantes que participavam de uma greve geral convocada por vários grupos opositores e por trabalhadores do setor têxtil, que exigem aumento salarial. Pelo menos 40 pessoas ficaram feridas. A população reclama que os salários não acompanham a inflação, que tem sido pressionada pela alta no preço dos alimentos.