Um guindaste caiu nesta sexta-feira (30) em um bairro residencial de Manhattan, atingindo um prédio de 23 andares. Em seguida, o aparelho caiu em uma rua e matou uma pessoa. Foi o segundo acidente fatal com guindastes em dois meses e meio na cidade norte-americana, que passa por um boom nas construções de prédios. O prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, disse que o acidente de hoje era "inaceitável" e que a cidade investigaria o caso.

"O som foi como um estrondo de trovão. Então, houve um tremor", disse Peter Barba, morador do sétimo andar de um prédio do outro lado da rua em que ocorre a construção, no Upper East Side. Um corpo foi encontrado sob os escombros, entre a rua 91 Leste e a Primeira Avenida, e não havia informações sobre outras vítimas.

Bombeiros e outros funcionários de resgate vasculhavam os destroços para checar se havia outras pessoas envolvidas. A região residencial foi bastante prejudicada, com muitos problemas para o trânsito. Em 15 de março, um acidente ocorrido 3 quilômetros ao sul matou sete pessoas. Na ocasião, um prédio de quatro andares precisou ser demolido e vários outras construções foram afetadas.