Um professor e 18 estudantes morreram após serem atingidos por um raio na escola em que estavam, no meio-oeste de Uganda, informou hoje a polícia local. Segundo uma porta-voz da polícia, Zura Ganyana, 51 estudantes com idades entre 7 e 16 anos ficaram feridos, no incidente ocorrido ontem. Ganyana disse que um professor também morreu na escola primária Runyanya, 260 quilômetros a oeste da capital, Kampala.

Um funcionário do setor de educação em Zombo, John Ojobi, disse que outra escola 320 quilômetros a noroeste de Kampala também foi atingida ontem por um raio, que feriu 37 estudantes e dois professores. Meteorologistas dizem que as escolas são alvos de raios pois não têm para-raios e também por serem construídas em terrenos altos. Nas últimas semanas, os raios já mataram pelo menos 34 pessoas em Uganda. As informações são da Associated Press.