Os governos de Reino Unido e Espanha assinaram memorandos de entendimento para resolver suas diferenças em relação a Gibraltar. Foram fechados documentos para regular direitos dos cidadãos, cooperar em questões ambientais e em questões de política e alfândega, de acordo com o governo britânico.

A Espanha chegou a ameaçar não aceitar o acordo para a saída do Reino Unido da União Europeia, o Brexit, se não fossem resolvidas as diferenças em relação a Gibraltar. A administração da premiê Theresa May, porém, insistiu em não aceitar mudanças no documento fechado com a UE, preferindo negociar a questão de modo bilateral.