O secretário de relações exteriores do Reino Unido, Philip Hammond, reabriu a embaixada britânica em Teerã, de acordo com a TV estatal iraniana. A iniciativa foi realizada quase quatro anos após o local ter sido fechado por conta de um ataque.

Hammond chegou a Teerã no domingo para assistir à cerimônia de reabertura e conversar com as autoridades iranianas. É a primeira visita de um secretário de relações exteriores britânico ao Irã desde 2003.

O Reino Unido não tinha presença diplomática em Teerã desde que representantes linhas-duras invadiram o local em novembro de 2011 durante protestos contra a imposição de sanções internacionais. No entanto, a eleição do presidente Hassan Rohani e o acordo nuclear com potências mundiais abriram espaço para uma melhora diplomática significativa com o Irã.

A embaixada iraniana em Londres foi reaberta simultaneamente, disse a agência de notícias ISNA. “Quatro anos após um ataque à embaixada britânica, estou hoje aqui para reabri-la”, disse Hammond em uma declaração preparada para o evento. “Nosso relacionamento melhorou desde a eleição de 2011. O presidente Rouhani e o acordo nuclear do mês passado foram marcos importantes. Eu acredito que nós temos o potencial para ir muito mais longe”, acrescentou.

Segundo o secretário, o Reino Unido e o Irã devem estar preparados para trabalhar em conjunto de modo a enfrentar o terrorismo, gerar estabilidade regional e evitar a propagação do grupo Estado Islâmico no Iraque e Síria.

O ministro de relações exteriores do Irã, Mohammad Javad Zarif, celebrou a reabertura da embaixada britânica e disse que a medida mostrava a importância regional e global do Irã.

“O mundo tem percebido o papel construtivo do Irã na região e no mundo”, afirmou Zarif, de acordo com a TV estatal. “Claro, temos diferenças com alguns países europeus, mas isso pode ser negociado por meio da interação, olhos abertos e uma abordagem realista”, acrescentou. Fonte: Dow Jones Newswires.