O primeiro-ministro da República da África Central, Nicolas Tiangaye, nomeou neste domingo, por decreto, seu novo gabinete após o golpe que derrubou o governo de François Bozize em 24 de março. O novo gabinete é composto principalmente por rebeldes e membros de antiga oposição que trouxeram de volta ao poder o presidente Michel Djotodia.

O novo gabinete de 34 membros foi composto por nove ministros da coalizão rebelde Seleka que tomou o poder na semana passada, oito ministros da antiga oposição e um ministro próximo ao ex-presidente François Bozize. Os outros 16 membros são totalmente desconhecidos. AS informações são da Dow Jones.