O vice-ministro da Defesa da Rússia, Anatoly Antonov, afirmou a repórteres nesta quarta-feira (02) que o governo russo tem evidências de que o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, e sua família se beneficiam do comércio de petróleo ilegal com militantes do Estado Islâmico.

Antonov e seus colegas na sede do Ministério da Defesa mostraram a adidos militares estrangeiros sediados em Moscou algumas imagens de satélite que, segundo Moscou, flagrariam o Estado Islâmico transportando petróleo para a Turquia.

Erdogan já disse que renunciaria, caso ficassem comprovadas as acusações russas contra ele.

Fonte: Associated Press.