A companhia de energia nuclear da Rússia, a Rosatom, informou que um reator construído pelos soviéticos foi desativado após 45 anos de atividade. Segundo a estatal, vai levar até 2023 para que o reator descarregue todo seu combustível de urânio.

Inaugurado em 1973, o reator 1 da Usina de Leningrado se tornou a primeira unidade do modelo RBMN-1000 construído na União Soviética. Um reator do mesmo tipo explodiu em Chernobyl em abril de 1986 no pior desastre nuclear do mundo. Desde o acidente, os modelos receberam atualizações de segurança.

A usina tem outros três reatores do mesmo modelo e um mais atual, o VVER-1200, que entrou em operação neste ano. Fonte: Associated Press.