A Rússia proibiu a entrada de 13 pessoas, entre legisladores e altos funcionários do governo do Canadá, em retaliação às sanções que o país impôs a autoridades e empresários russos por conta da crise política no Leste Europeu.

Em comunicado, o Ministério das Relações Exteriores informou que o movimento é uma resposta à ação “inaceitável pelo lado canadense, que impôs danos graves para as relações bilaterais entre os países”.

Porém, a nota do Ministério informa que a Rússia continua aberta para uma “cooperação construtiva com o Canadá”. Fonte: Associated Press.