O enviado russo para a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), Dmitry Rogozin, disse hoje que o país mantém as operações de busca do navio desaparecido e seus 15 de tripulantes. “A operação está se desenvolvendo positivamente. Temos esperança de obter sucesso”, disse ele em entrevista à rede de televisão estatal russa Vesti TV. Representantes russos e europeus compõem a equipe que tenta localizar o navio de bandeira malta Artic Sea, com sua carga de 1,3 milhão de euros de madeira.

O Artic Sea partiu da Finlândia em 23 de julho com destino à Argélia. No dia seguinte, o navio foi tomado por um grupo de homens, próximo da ilha sueca de Gotland, que dizia buscar drogas. O grupo partiu em bote inflável. O navio seguiu viagem, mas dias depois desapareceu, após cruzar o Canal da Mancha.