Cerca de 3.500 pessoas realizaram uma manifestação contra Vladimir Putin neste sábado em São Petersburgo, segunda maior cidade da Rússia, uma semana antes das eleições presidenciais em que ele tentará voltar ao Kremlin. Os manifestantes avançaram pelas ruas da cidade gritando frases contra o primeiro-ministro, incluindo “Putin é um ladrão”, até se reunirem em uma praça.

A presença da polícia era forte, mas não foi relatada nenhuma prisão durante a manifestação, que não teve autorização oficial. A expectativa é de que Putin, presidente russo entre 2000 e 2008, vença seus quatro adversários na eleição de 4 de março. As informações são da Associated Press.