Três partituras manuscritas até hoje desconhecidas, atribuídas a Wolfgang Amadeus Mozart, foram encontradas no arquivo do santuário polonês de Jasna Gora.

Segundo informou nesta sexta-feira (23) o jornal Polska, o professor Remigiusz Pospiech, que conduziu as pesquisas em Jasna Gora, está convencido de que Mozart é o autor das obras, no entanto, isso ainda deve ser confirmado por especialistas internacionais.

De acordo com o jornal, trata-se de três composições não incluídas no catálogo geral de todas as obras de Mozart, elaborado por Ludwig von Köchel.

Entre elas aparece também uma ária para soprano acompanhada de clarinete e orquestra.

No arquivo musical do santuário, encontram-se dois mil manuscritos musicais que séculos atrás eram usados pela capela dos frades paulinos.

Entre as obras, figuram também as cópias de 18 partituras manuscritas que levam o nome de Mozart colocado por copistas.

Apenas 15 destas obras são conhecidas enquanto, as três remanescentes não aparecem no catálogo das obras atribuídas ao compositor austríaco.