O secretário-geral do Palácio do Eliseu, Claude Guéant, afirmou hoje que os exames preliminares pelos quais o presidente da França, Nicolas Sarkozy, passou mostram atividade cardíaca “normal”. “O presidente passa bem e fala normalmente com a equipe médica”, disse. De acordo com o último boletim médico, o presidente francês ficará internado até amanhã, sob “supervisão cardíaca, praticada sistematicamente em tais circunstâncias”.

Sarkozy, de 54 anos, sofreu hoje um “mal estar” causado pela redução do ritmo cardíaco, em Versalhes, nos arredores de Paris. O incidente aconteceu quando ele realizava uma corrida. Transferido em helicóptero para a capital do país, Sarkozy foi hospitalizado e submetido a uma bateria de exames cardíacos cujo resultado indicou uma síncope vasovagal – perda súbita da consciência, que pode ser causada um esforço físico realizado sob o calor forte.