O escolhido do presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, para o Departamento do Comércio, criticou a China em sua audiência de confirmação no Senado nesta quarta-feira.

Ross disse que a China é o “país mais protecionista” entre as grandes nações. “Eles falam muito mais sobre o livre comércio do que realmente praticam. Nós gostaríamos de nivelar esse jogo e aproximar as realidades da retórica”, disse o escolhido de Trump.

Além da China, Ross afirmou que o Acordo de Livre Comércio da América do Norte (Nafta) será uma prioridade no governo Trump e um dos assuntos que serão abordados logo no início da administração do republicano. Fontes: Dow Jones Newswires e Associated Press.