O ministro do Interior da Alemanha, Horst Seehofer, negou relatos de que estaria planejando renunciar ao cargo, mas confirmou que deixará o comando do seu partido, a União Social-Cristã (CSU, na sigla em alemão). “Sou o ministro federal do Interior e continuarei a servir nesse posto”, disse a repórteres em um evento na cidade de Bautzen.

Seehofer tem se envolvido frequentemente em conflitos com a chanceler do país, Angela Merkel, particularmente em torno da política imigratória alemã. O atrito entre os dois ameaçou trazer abaixo a coalizão de governo no início do ano diante da insistência do bávaro de que solicitantes de asilo que tivessem se registrado em outro Estado-membro da União Europeia fossem barrados diretamente nas fronteiras alemãs.

Sobre a sua saída da ponta da CSU, Seehofer disse que anunciaria detalhes ainda nesta semana. (Associated Press)