Os senadores republicanos emitiram uma versão revisada de seu projeto de reforma no sistema de saúde dos Estados Unidos. As mudanças incluem uma penalidade para as pessoas que deixarem seu seguro de saúde vencer e visam atrair senadores do Partido Republicano que atualmente não apoiam a proposta.

Sob o novo pacote, as pessoas que não tinham cobertura por pelo menos 63 dias no ano passado e que comprarem um plano enfrentariam um atraso de seis meses antes dele entrar em vigor.

O líder republicano no Senado, Mitch McConnell, lançou sua proposta inicial de reforma no sistema de saúde na semana passada, com a inexistência de uma penalidade para as pessoas que deixassem seu seguro expirar. Fonte: Associated Press.