O presidente de Serra Leoa, Ernest Bai Koroma, prevê que seu país conseguirá zerar o registro de novos casos de ebola até o fim de março.

De acordo com Koroma, seu país atenderá os padrões da Organização Mundial da Saúde e poderá ser considerado livre da doença até maio. Serra Leoa é um dos três países mais atingidos pela última epidemia. Junto com Guiné e Libéria, o país perdeu cerca de 8 miL vidas para o ebola.

De acordo com estatísticas governamentais, a região de Pujehun, no sul do país, registrou zero casos em mais de 42 dias. Fonte: Associated Press.