O sindicato Vereinigung Cockpit convocou os pilotos da companhia aérea alemã Lufthansa para o quarto dia de greve, estendendo a paralisação para o sábado.

O sindicato disse hoje que os pilotos de voos que saem da Alemanha no sábado não devem trabalhar no sábado.

Maior companhia aérea alemã, a Lufthansa cancelou quase um terço dos seus voos que estavam programados para ontem, hoje e amanhã, interrompendo planos de viagem de aproximadamente 100 mil passageiros em cada dia. A intenção do sindicato é a de pressionar a Lufthansa sobre um aumento de salários dos pilotos. Fonte: Dow Jones Newswires.