O governo da Síria disse que impediu a invasão de 35 “terroristas armados” que tentaram entra no país através da Turquia, informou a agência estatal de notícias Sana nesta terça-feira. Segundo a Sana, vários dos agressores repelidos foram feridos na ação e escaparam de volta para a Turquia. O chefe dos desertores sírios está refugiado na Turquia, onde organiza seus soldados. Acredita-se que o grupo faça o contrabando de armas para desertores que combatem o governo de Bashar Assad na Síria.

“Guardas da fronteira evitaram uma tentativa de infiltração de grupos de terroristas vindos da Turquia” na região de Ayn Bayda, na província de Idlib, no noroeste sírio, disse a Sana.

As informações são da Associated Press e da Dow Jones.