O número de mortos em decorrência dos ataques de sexta-feira na Noruega subiu para 93, depois que uma vítima do tiroteio na Ilha de Utoya, morreu no hospital, afirmou neste domingo um porta-voz da polícia.

No sábado, a polícia de Oslo acusou o Anders Behring Breivik pela explosão no edifício onde trabalha o primeiro-ministro norueguês, Jens Stoltenberg, e pelo tiroteio contra jovens na Ilha de Utoya. As informações são da Dow Jones.