O soldado israelense Gilad Schalit provavelmente estará de volta a sua casa na terça-feira, disse uma porta-voz da família nesta sexta-feira. Um graduado funcionário de Israel confirmou a informação.

A porta-voz Tami Shienkman disse que o chefe do Estado Maior israelense, general Benny Gantz, transmitiu a notícia à família. Schalit foi capturado há cinco anos, mas agora milicianos palestinos devem entregá-lo em troca de cerca de mil presos palestinos.

O chefe da negociação de Israel, David Meidan, deve voltar ao Cairo no sábado para finalizar os detalhes da troca de prisioneiros com o Hamas através de mediadores egípcios, segundo a rádio pública israelense. O jornal Haaretz disse que 27 mulheres devem ser soltas quando Schalit cruzar a Península do Sinai, e outro grupo de 450 presos deve ser solto quando ele cruzar a fronteira para Israel. As informações são da Dow Jones e da Associated Press.