Os promotores da França abriram uma investigação preliminar por suposto favorecimento em um episódio da época em que Emmanuel Macron, hoje candidato à presidência, era ministro da Economia. O episódio envolve um evento ocorrido em Las Vegas no ano passado, embora o nome de Macron não tenha sido mencionado até agora.

A investigação se relaciona a um evento na França organizado durante o Consumer Electronics Show em Las Vegas, em 2016. Macron, na época ministro da Economia, participou do evento.

A Business France, uma agência pública francesa encarregada de promover a França no exterior, é suspeita por ter escolhido o grupo de comunicação francês Havas para organizar o evento sem uma licitação.

O escritório da promotoria de Paris disse que o órgão do governo noticiou irregularidades na forma como o evento foi organizado. Promotores disseram que “as pessoas que provavelmente serão envolvidas até agora são da Business France e do Havas (grupo de mídia)”. Fonte: Associated Press.