A Suprema Corte da Espanha decidiu manter o ex-vice-presidente regional catalão Oriol Junqueras preso enquanto ele é investigado por rebelião e por outros crimes decorrentes da iniciativa de independência na Catalunha.

Na decisão, três magistrados da corte determinaram que há um “risco relevante” de que Junqueras volte a cometer esses crimes porque ele não tem dado indícios de mudança de postura.

Junqueras, que é a favor da secessão, é um dos membros do governo regional destituído que foi detido preventivamente após a declaração de independência no Parlamento catalão no fim do ano passado. Outros membros do governo deposto, incluindo o ex-presidente regional, Carles Puigdemont, estão refugiados em Bruxelas. Fonte: Associated Press.