O chefe da polícia nacional da Malásia afirmou nesta terça-feira que um dos dois passageiros que embarcaram no voo da Malaysia Airlines com passaportes roubados era do Irã e tinha 19 anos. Ele estaria tentando viajar para a Alemanha, onde se encontraria com a mãe.

De acordo com o inspetor-geral Khalid Abu Bakar, a mãe de Pouria Nour Mohammad Mehrdad entrou em contato com autoridades da Malásia após a notícia do desaparecimento da aeronave apenas uma horas depois de decolar de Kuala Lumpur com destino a Pequim.

Mehrdad estava viajando com um passaporte roubado na Tailândia no ano passado e não parece ter ligação com qualquer grupo terrorista. O documento pertencia ao austríaco Christian Kozel.

Segundo Khalid, a identidade do outro passageiro que embarcou usando um passaporte roubado ainda está sendo investigada. Fonte: Dow Jones Newswires.