O Taleban paquistanês assumiu a responsabilidade pelos atentados suicidas durante uma procissão muçulmana que mataram pelo menos 53 xiitas e deixaram 197 feridos hoje no sudoeste do Paquistão. O comandante do grupo, Qari Hussain Mehsud, disse que, embora lutem contra os Estados Unidos e contra o governo paquistanês, os “xiitas também são nosso alvo”.

Funcionários paquistaneses disseram que um ataque com mísseis dos EUA matou duas pessoas na região tribal do país perto da fronteira com o Afeganistão. Segundo eles, os dois homens mortos no interior de um veículo na vila de Datta Khel, no Waziristão do Norte, eram militantes estrangeiros. Os dois agentes de inteligência falaram em condição de anonimato porque não estão autorizados a divulgar informações para os meios de comunicação.

O primeiro ataque do dia, que também teria sido realizado pelos Estados Unidos, matou pelo menos cinco pessoas numa área controlada pela rede Haqqani. O grupo participa de combates no vizinho Afeganistão junto com o Taleban. Com informações da Dow Jones.