A tempestade tropical Bonnie passou pela região central das Bahamas e se aproxima hoje do arquipélago de Florida Keys, num curso que deve levar o fenômeno ao local do vazamento de petróleo no Golfo do México. Chuvas e raios atingiram ontem as ilhas Turks e Caicos e as Bahamas. Previsões do Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos, em Miami, indicam que a tempestade deve atingir o golfo até amanhã.

Hoje, Bonnie tinha ventos máximos sustentados de 65 quilômetros por hora e seu centro estava a 250 quilômetros a sudeste da Miami. O olho da tempestade deve passar perto ou sobre Florida Keys e pelo sul do Estado norte-americano da Flórida ainda hoje. Meteorologistas dos EUA disseram que o lento fortalecimento da tempestade pode se prolongar pelas próximas 48 horas.

O diretor da Agência de Gestão de Emergência das Bahamas, Stephen Russell, disse que não há relatos de grandes danos, enchentes ou de pessoas feridas nas ilhas do sudeste e do centro das Bahamas, mas a tempestade ainda não passou pelas ilhas mais povoadas do nordeste, dentre elas New Providence e Grand Bahama. “Estamos aconselhando a todos que fiquem vigilantes durante a noite e pela manhã, quando a tempestade sair das Bahamas”, afirmou Russel.

O poço danificado da British Petroleum (BP) despejou entre 94 milhões e 184 milhões de galões de petróleo no golfo antes que uma cúpula de contenção fosse instalada. O maior vazamento de petróleo em alto-mar da história dos Estados Unidos começou quando a plataforma Deepwater Horizon explodiu em 20 de abril, matando 11 funcionários.

Especialistas acreditam que a estação dos furacões pode piorar os danos ambientais do vazamento, com fortes ventos e grandes ondas que podem levar o óleo para dentro de estuários e mangues, além de levar mais sujeira para as praias.

Um aviso de tempestade foi emitido para o noroeste das Bahamas, para a costa leste da Floria, ao sul da praia Deerfield, e para todo o arquipélago de Florida Keys até Englewood, na costa oeste. Um aviso de estado de atenção para tempestade foi emitido na manhã de hoje para a costa norte do Golfo do México, de Destin, na Flórida, até Morgan City, na Louisiana.

Abrigos

A tempestade deve trazer fortes ventos e chuvas para Florida Keys nos próximos dias, mas funcionários de emergência disseram que não planejam evacuações obrigatórias, já que não se espera um grande aumento na força da tempestade. Mas como precaução, abrigos serão abertos para turistas e moradores que vivem em barcos ou têm necessidades especiais.

Na República Dominicana, onde cerca de 1.500 pessoas foram retiradas, campos de cultivo de arroz foram destruídos e 14 comunidades ficaram isoladas após a queda de pontes. Um adolescente de 14 anos morreu em Puerto Rico no domingo afogado num rio. O Departamento de Proteção Civil do Haiti informou a ocorrência de pequenas enchentes na região norte de Artibonite, mas não houve grandes danos ou feridos.