A mais forte tempestade solar dos últimos cinco anos envia uma grande onda de radiação à atmosfera, formando a imagem da aurora boreal perto de Yellowknife, no Canadá, na quinta-feira (8). A imagem capturada mostra a tempestade geomagnética que, segundo a Nasa, agência espacial americana, alcançou o nível G3, de uma escada que vai até o G5.

O fenômeno foi causado por uma nuvem de partículas e radiação emitidas pelo Sol. Também chamada de erupção solar, não traz problemas diretos para a vida na Terra. Já os satélites e redes de energia podem ter seus funcionamentos alterados. Por isso, não estranhe se o seu GPS começar a falhar. Isso pode ser consequência da tempestade.