A tempestade tropical Alex ganhou força e se transformou no primeiro furacão da temporada 2010, de grau um, no Oceano Atlântico , com seus redemoinhos nas águas ao sudoeste do Golfo do México, afirmou o Centro Nacional de Furacões dos EUA.

A base de furacões de Miami disse que o Alex, às 22 horas locais de terça-feira (próximo da meia-noite desta quarta-feira no Brasil), registrava ventos máximos de 120 quilômetros por hora e seguia em direção à fronteira entre o Texas e o México, podendo alcançá-la ainda nesta quarta-feira ou na manhã de quinta-feira.

Entretanto, o furacão segue em uma rota ao norte das plataformas petrolíferas do México e dos EUA na região, uma notícia que foi bem recebida pelos mercados energéticos. Depois de matar pelo menos 12 pessoas nos últimos dias na América Central, o Alex ainda deve provocar fortes chuvas no nordeste do México e ao sul do Texas.