Tiroteios entre o Taleban e outra facção fundamentalista mataram pelo menos 50 na província Baghlan, no nordeste do Afeganistão no fim de semana, numa batalha para controlar um grupo de aldeias onde o governo praticamente não tem presença, de acordo com oficiais.

A batalha continua nesse domingo, com metralhadoras e lança granada-foguetes, de acordo com o governador da província de Baghlan, Mohammad Akbar Barakzai.

Um oficial do alto escalão da polícia da região, Zalmai Mangal, disse que a batalha é uma luta pelo poder entre forças leais ao Taleban e a milícia Hezb-e-Islami, que apoia o chefe da guerrilha local Gulbuddin Hekmatyar.

 

A maioria dos mortos pertence ao grupo Hezb-e-Islami, de acordo com Mangal.

O policial disse não ter certeza da causa da batalha, mas afirmou que antes dela militantes do Taleban ocuparam aldeias que tradicionalmente são controladas pelo Hezb-e-Islami. As informações são da Associated Press.