Um tornado atingiu hoje a cidade chinesa de Chongqing, no sudoeste do país, provocando a morte de pelo menos 29 pessoas. Milhares de casas e plantações foram destruídas. As tempestades, acompanhadas por fortes ventos, atingiram dois condados rurais no município, por volta das 2 horas desta madrugada (horário local). Mais de 190 pessoas ficaram feridas e uma pessoa está desaparecida, informou a imprensa estatal. Funcionários confirmaram os dados.

“Nunca ocorreram tornados aqui no passado. Esta é a primeira vez”, disse Liu Fang, um funcionário local do condado de Liangping, uma das áreas mais atingidas. “A eletricidade foi cortada e algumas casas ficaram danificadas pelos ventos fortes.” Os feridos eram levados a hospitais locais, enquanto tendas estavam sendo armadas para aqueles cujas casas foram destruídas, afirmou o funcionário.

Choveu 157 milímetros em algumas zonas, na região que foi atingida por uma forte seca no ano passado. Todo o volume de chuva foi registrado entre o fim do dia de ontem e a tarde de hoje, informou o “China News Service”. As tempestades foram causadas por uma onda de calor vinda do sul, que colidiu com uma frente fria do norte, informou a mídia estatal, citando meteorologistas.

O “People’s Daily”, jornal do Partido Comunista, disse que até mil casas em seis cidades foram pelo menos parcialmente destruídas. Milhares de outras acabaram danificadas. Houve cortes no fornecimento de energia em várias áreas, muitas rodovias na região foram bloqueadas pela chuva e pontes também ficaram danificadas, informou o meio estatal.

O custo dos estragos deve passar os 20 milhões de yuans (US$ 3 milhões), segundo estimativas iniciais. A municipalidade de Chongqing tem uma população de mais de 30 milhões de pessoas. As informações são da Dow Jones.