O escritório nacional de estatísticas da Espanha informou hoje que o número de imigrantes legais no país cresceu mais de seis vezes durante uma década. Pouco mais de 900 mil residentes legalmente registrados em 2000 eram estrangeiros, em uma população de 40,9 milhões de habitantes. O cenário passou para 5,6 milhões em um total de 46,7 milhões de pessoas em 2009, de acordo com o site do escritório.

Desde 2000, mais de 2 milhões de imigrantes chegaram da União Europeia. Um número similar partiu das Américas do Norte e do Sul, enquanto cerca de 900 mil têm a África como origem. As informações são da Associated Press.