Um trem lotado descarrilou na linha que liga as duas maiores cidades dos Camarões, matando pelo menos 53 pessoas e ferindo mais de 300, de acordo com informações do governo.

Os feridos não puderam evacuar até que o transporte ferroviário fosse restabelecido, disse o porta-voz do governo, Issa Tiroma, acrescentando que o número de mortes deve subir.

“Foi um dia triste nos Camarões”, disse. “O presidente estendeu sua mensagem de condolência para os familiares que perderam seus entes queridos e me pediu para dizer a todos que ele está preocupado com o seu bem-estar e rápida recuperação”. Completou.

O trem que descarrilou entre Yaounde e a cidade portuária de Douala transportava 1,3 mil passageiros em vez dos usuais 600, de acordo com autoridades. O acidade aconteceu em meio a fortes chuvas que causaram deslizamentos de terra ao longo das rodovias da região. Uma parte da estrada que lida as duas cidades entrou em colapso e por isso o trem estava lotado, de acordo com os oficiais. Fonte: Associated Press.