Um terremoto de magnitude 6,1 fez edifícios tremerem na capital chilena, Santiago, ontem, mas não há registros de danos relevantes ou feridos. As minas de cobre do país também não foram afetadas.

Segundo o centro norte-americano de geologia (USGS), o tremor teve seu centro a 106 km ao sul-sudoeste de Valparaíso. “Não há registro de feridos ou de qualquer interrupção em serviços básicos ou infra-estruturais”, disse o gabinete chileno de emergências.

A Marinha do país também descartou qualquer risco de tsunami relacionada ao evento.

Um porta-voz da mina estatal de Codelco, a maior produtora de cobre do mundo, afirmou que as jazidas estão operando normalmente.

O último grande terremoto que afetou o Chile aconteceu em fevereiro de 2010, com 8,8 de magnitude, seguido de tsunami, causando centenas de mortes e prejuízos bilionários.