Pelo menos trinta supostos terroristas da Al Qaeda morreram nesta quarta-feira em dois ataques aéreos realizados contra redutos da organização na província de Shabua, a 570 quilômetros de Sana, informou o Ministério da Defesa em seu site. O chefe da polícia local, Ahmed el Maqdishi, disse que um dos ataques foi efetuado foi contra um edifício onde viviam militantes da Al Qaeda.

O outro bombardeio teve como alvo um posto de controle nos arredores da cidade de Azan, no qual se encontravam vários supostos terroristas. Além disso, um número indeterminado de membros da Al Qaeda ficou ferido durante as operações, acrescentou Maqdishi, que não especificou se os aviões que realizaram os ataques eram iemenitas ou americanos (geralmente os drones, aeronaves não tripuladas).

Maqdishi não descartou a possibilidade das vítimas serem combatentes que fugiram ontem das cidades de Zinyibar e Yaar, na vizinha província de Abian, retomada nesta terça-feira pelo Exército durante a ofensiva que as forças de segurança do Iêmen realizam contra a Al Qaeda desde o dia 12 de maio.