Tropas dos Estados Unidos e da Coreia do Sul iniciaram nesta segunda-feira, 21, exercícios militares anuais em meio à tensão provocada pelo teste de dois mísseis balísticos intercontinentais realizados no mês passado pela Coreia do Norte.

Os exercícios são realizados por americanos e sul-coreanos todos os verões, mas desta vez o regime norte-coreano reagiu com irritação à movimentação das tropas. A mídia estatal de Pyongyang considerou, neste domingo, 20, a realização dos exercícios como “imprudente” e capaz de detonar a “fase incontrolável da guerra nuclear”.

Mais de 17,5 mil tropas americanas e 50 mil soldados sul-coreanos estão envolvidos nos exercícios, que devem durar 11 dias.

O presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, disse que a Coreia do Norte não deveria usar a realização dos exercícios para lançar novas provocações.