A rádio estatal da Argélia informou que militares mataram 16 militantes ligados à Al-Qaeda durante uma incursão conta uma base secreta do grupo nas proximidades da capital, Argel. De acordo com a rádio, o ministro do Interior, Yazid Zerhouni, elevou o número de militantes mortos que, segundo relatos anteriores, eram sete. Não foram divulgados maiores detalhes sobre a incursão.

Oficiais disseram que o ataque, que começou na noite de sexta-feira nas proximidades de Blida, foi lançado a partir de informações obtidas de uma célula de apoio desmantelada uma semana antes. Blida está localizada a cerca de 80 quilômetros ao sul de Argel. O governo informou que os militares mataram 120 militantes da facção do norte da África nos últimos seis meses. A facção originou-se a partir de um ex-grupo insurgente da Argélia.