O presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou neste domingo que poderia construir uma cerca em alguns lugares ao longo da fronteira sul do país. Durante a campanha, Trump prometeu construir um muro que seria pago pelo México.

Em entrevista à rede de TV CBS, Trump disse que está disposto a deportar ou encarcerar de 2 milhões a 3 milhões imigrantes ilegais que cometeram crimes e têm registro na polícia, como membros de gangues e traficantes de drogas. Ele havia prometido deportar todas as 11 milhões de pessoas que estão de forma ilegal nos EUA, com exceções.

Tal promessa vai em direção oposta ao que disse o presidente da Câmara dos Deputados dos EUA, Paul Ryan. Ele afirmou à CNN que a deportação em massa não é um foco do Partido Republicano neste momento. “Acho que devemos tranquilizar as pessoas” em relação às deportações porque a prioridade máxima é a segurança nas fronteiras.

Trump recebeu telefonemas de parabéns de vários de seus antigos rivais dentro do Partido Republicano, incluindo Jeb Bush, John Kasich e Mitt Romney.

Kellyanne Conway, assessora sênior de Trump, disse aos repórteres em entrevista hoje que a conversa que o presidente eleito teve com Bush foi “incrivelmente graciosa”. E Trump mais tarde revelou em redes sociais que recebeu convites de ex-presidentes George H.W. Bush e George W. Bush. Fonte: Associated Press