O filho mais velho do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, reconheceu nesta noite, em uma entrevista ao programa de rádio do jornalista americano Sean Hannity que “provavelmente faria as coisas um pouco diferente” quando ele se encontrou com uma advogada russa em junho do ano passado.

Donald Trump Jr., no entanto, também minimizou a importância da reunião. “Eu nem teria me lembrado [da reunião] se vocês não tivessem começado a falar sobre isso. Foi um desperdício de 20 minutos, o que é uma pena”, disse.

Essa foi a primeira manifestação pública de Trump Jr. desde que ele divulgou os e-mails de suas conversas com o publicitário Rod Goldstone que marcou a entrevista com Natalia Veselnitskaya. (Matheus Maderal – matheus.maderal@estadao.com)