A Turquia condenou o ataque com agente químico nervoso contra o ex-espião russo Sergei Skripal no Reino Unido, mas disse que não planeja expulsar diplomatas russos, como outros países fizeram, incluindo Estados Unidos, Canadá, Alemanha, Espanha e Itália.

Sem mencionar a Rússia, o porta-voz do Ministério de Relações Exteriores turco, Hami Aksoy, disse em um comunicado que o país considera o uso de armas químicas como um crime contra a humanidade e disse que os responsáveis pelo ataque devem ser capturados e levados à justiça.

O vice-primeiro-ministro Bekir Bozdag disse, no entanto, que a Turquia mantém “laços positivos” com a Rússia e não tomará nenhuma medida contra Moscou. Falando a repórteres após uma reunião de gabinete, Bozdag Dise que “a Turquia não está pensando em tomar decisões contra a Rússia”. Fonte: Associated Press.