A agência estatal de notícias da Turquia, Anadolu, afirmou hoje que 76 acadêmicos foram detidos em uma universidade em Istambul como parte de uma investigação sobre a tentativa de golpe contra o presidente Recep Tayyip Erdogan em julho.

De acordo com a agência, os mandados de detenção foram emitidos nesta sexta-feira para 103 funcionários da Universidade Tecnológica de Yildiz, acusando-os de “membros de uma organização terrorista”. A polícia deteve 73 pessoas na universidade, duas em Istambul e uma terceira pessoa em Ancara.

Desde que o governo superou a tentativa de golpe, cerca de 37 mil pessoas foram presas. Fonte: Associated Press.